7 Dicas para a Trilha Inca

A trilha Inca é a trilha mais famosa da América do Sul. Um fato bem interessante é que esse caminho foi condecorado Patrimônio da Humanidade pela UNESCO. Sem dúvida, essa trilha é uma experiência única e inesquecível. Contudo, sem preparação e sem planejamento pode ser completamente o contrário. Exatamente por esse motivo, preparamos esse post e deixamos para você algumas dicas valiosas e conselhos para que a sua experiência na Trilha seja maravilhosa.

A Preparação para a Trilha Inca:

Ao contrário do que todos pensam, não é preciso ter feito nenhuma trilha anteriormente e tampouco é necessário fazer atividades físicas antes como preparo para os dias de caminhada, pois o ponto não é ter o corpo sarado e em forma para aguentar a caminhada que se torna prazerosa em meio às paisagens, o problema é o controle da respiração, que na altitude se torna o nosso maior inimigo. E olha que mesmo vivendo na altitude, tive muitas dificuldades para respirar e tinha que caminhar devagar para poder respirar bem.

O que levar para Trilha Inca:

O nosso conselho seria levar o menos possível para não carregar muito peso nas costas por horas de caminhada diárias. Vamos lá para os itens necessários:
  • Mochila de 42 litros;
  • Uma blusa de frio tipo fleece;
  • Uma blusa de frio tipo segunda pele (dormir);
  • Três camisetas leves de treking que não pesam;
  • Uma jaqueta corta vento que seja impermeável;
  • Duas calças (legging) e uma segunda pele para dormir;
  • Um tênis ou bota para trekking de preferencia impermeáveis;
  • Três pares de meia, três peças intimas e 1 top;
  • Kit higiene bucal e corporal e lenços umedecidos;
  • Uma toalha pequena dessas de trekking que secam rápido;
  • Óculos de sol, boné ou sombreiro, luvas, touca e capa de chuva;
  • Bloqueador solar e repelente para mosquitos;
  • Câmera fotográfica com baterias extras, carregador portátil para celulares;
  • Snacks, frutas, barrinhas de cereal, chocolates, balas, chicletes etc;
  • Água de no máximo 1 litro por causa do peso, para os dois primeiros dias você ainda consegue comprar no caminho, mas do segundo dia a tarde em diante não tem onde comprar, mas os cozinheiros fornecem água fervida para abastecer.

Evite o Mal de Montanha ou Altitude.

Enquanto alguns sortudos não sentem nada, a maioria das pessoas experimenta a altitude de um jeito ou de outro. Talvez você ache difícil respirar, seu coração está batendo mais forte, ou você fica doente com dores de cabeça e náusea. Pessoalmente, sentia-me como se estivesse de ressaca e doente de carro ao mesmo tempo. Você deve se permitir aclimatar-se em Cusco por pelo menos 2 dias antes de percorrer a Trilha Inca. Durma muito, beba chá de coca e leve um remédio.

Desfrute o momento em Machu Picchu.

Chegar a esse lugar depois de fazer um caminho como esse, vale a pena e merece um momento de profunda reflexão. Não se preocupe por outras coisas, é um momento único e um momento especial, viva esse momento ao máximo. Faça alguns lanches: comida é fornecida na trilha. Você terá 3 refeições principais por dia, além de dois lanches. No entanto, você vai precisar de um pouco de energia extra e ter essa barra de chocolate ou esse saco de amendoim irá ajudá-lo a continuar andando.

Leve um dinheiro extra (em Soles Peruanos)

Você vai usá-lo para comprar bebidas no primeiro e segundo dia da trilha, e dar gorjeta aos porteiros no final da trilha. Isso é uma espécie de tradição: lembre-se de que os carregadores são a última parte da cadeia e qualquer ajuda extra é importante para eles; além disso, você vai querer recompensá-los por sua ajuda!

Prepare-se para um alojamento “rústico”

As tendas são confortáveis, mas ainda são tendas, e mesmo se você tiver um colchão, você ainda vai sentir como se estivesse dormindo no chão. Barracas de jantar são apertadas: você estará sentado de lado a lado com seus companheiros. Os banheiros são desafiadores, para dizer o mínimo: esperar sujeira, cheiro terrível e água gelada.

Aprenda um pouco da História dos Incas.

Durante a caminhada, sem dúvida, seu guia irá lhe contar sobre a história da região e como Machu Picchu se tornou, mas não pude deixar de desejar ter feito alguma pesquisa por conta própria. Quando voltei ao meu hotel naquela noite, encontrei-me pesquisando como um louco para aprender mais sobre o império Inca e toda a região do Vale Sagrado. Faça um favor e leia sobre a história da região antes de sua jornada. Isso enriquecerá sua experiência e expandirá sua perspectiva enquanto estiver na trilha. As histórias do império inca são fascinantes como são, mas conhecer as pessoas que as construíram e aquelas que a descobriram anos depois, enquanto você literalmente segue seus passos, transformará completamente sua experiência peruana. Com esses conselhos você está mais do que pronto para fazer a trilha! Vamos lá! Viva a melhor experiência da sua Vida. Faça a Trilha Inca para Machu Picchu.