Como em qualquer cidade peruana, você pode visitar Yurimaguas e descobrir seu lugar de armas ou seu passado colonial, incluindo a catedral.
De 5 a 15 de agosto, acontece o festival anual da cidade. A não perder se estiver na área durante este período. Tenha cuidado, os preços dos hotéis podem subir neste momento.
O mais interessante, porém, é ver esta cidade como escala e depois ir de barco até Iquitos. Na verdade, Yurimaguas está localizado na confluência de dois rios do Amazonas. Um de seus rios é usado para viajar para a capital da região, Iquitos, uma cidade bonita e atípica. Reserve dois ou três dias de barco em uma rede e planeje alguns bons livros para passar o tempo!


Previsão do tempo: quando ir para Yurimaguas?


Faz muito calor o ano todo na cidade de Yurimaguas e na região de Loreto em geral, então você pode tomar sol sem muito desconforto. Porém, para evitar as chuvas, é aconselhável ir entre maio e outubro.

Para surfistas: região de Tumbes e norte do Peru


A costa norte está repleta de praias de areia fina. São mais de 100 km de praia. É um paraíso para surfistas! De Trujillo a Tumbes, passando pela não menos famosa cidade de Màncora, os amantes da mesa encontrarão sua felicidade no Peru.
A mais de 1200 km de Lima, a região de Tumbes atrai suas cálidas praias da cálida corrente El Niño. Na verdade, a temperatura é mais amena durante todo o ano. Isso varia entre 19 e 38 graus. Assim, os surfistas poderão desfrutar deste clima semi-tropical e seco enquanto surfam nas ondas do Pacífico.
Os iniciantes não terão dificuldade em encontrar aulas no site, não faltam instrutores de surf! Além disso, após um dia agitado, você pode se divertir nos diversos restaurantes e bares da praia ou simplesmente passear a cavalo pela praia.
As principais praias da região de Tumbes
Esta praia sem infraestrutura turística fica a 11km ao sul de Tumbes. É uma praia muito selvagem que merece ser experimentada!
Raposas
É a praia mais bonita da região. A sua forma é original visto que tem a forma de ferradura. Não hesite em fazer um pequeno passeio pela região do interior para desfrutar dos banhos termais.

Punta Sal


Bela praia de areia branca, a paisagem é uma das mais belas. É protegido do vento porque fica atrás de colinas.


Mancora


O mais cobiçado de todos! É popular entre os habitantes locais e turistas. É o mais adequado para surfar ou divertir-se. Se quiser uma estadia relaxante, prefira Punta Sal ou Zorrito porque em Máncora as noites são muito barulhentas.


Os preços nesta costa são mais ou menos caros dependendo de quando você ficar lá. Contar 50 soles para um quarto duplo com banheiro privativo na baixa temporada local (julho / agosto). No entanto, os preços disparam durante o período de férias no Peru (janeiro a março). Se você tem um orçamento maior, não hesite em se hospedar em hotéis mais exclusivos porque eles são especialmente cuidados (há piscinas disponíveis).


Como chegar lá?


Você pode pegar um ônibus direto de Lima. Você fará uma viagem de 18 ou 20 horas, dependendo do spa em que parar. Há também um aeroporto em Tumbes se você quiser economizar tempo.
Se você gosta de mudar de cenário, faça também uma excursão a Puerto Pizarro. É um ecossistema único reconhecido por seus manguezais. Você também encontrará um zoológico dedicado a uma espécie de crocodilo em extinção.

Visite Ayacucho, ao sul da cordilheira


Ayacucho é uma pequena cidade localizada na cordilheira dos Andes que está cada vez mais aberta ao turismo. Lá, você ainda encontrará poucos estrangeiros. Ao contrário de cidades como Arequipa ou Cusco, a cidade se manteve bastante tradicional e é isso que faz seu charme.

Geografia


A cidade de Ayacucho está localizada na cordilheira meridional dos Andes. As paisagens são bastante montanhosas e a cidade é inclinada. Ayacucho fica a mais de 2.000 metros de distância e você pode sentir os efeitos da altitude (dor de cabeça) na chegada. Nesse caso, não hesite em beber rapidamente um chá de coca e tomar um comprimido contra a doença.
Para chegar a essa cidade de Lima, é melhor pegar o ônibus noturno Cruz Del Sur que chegará pela manhã por volta das 8h. para Ayacucho (eles permitem uma média de 10 horas de viagem e 110 soles por pessoa ida e volta e semi. Eu fiz). As estradas são bastante íngremes e não muito retas (muitas curvas e caminhos nas montanhas).
Uma dica: não pegue um táxi ao chegar no terminal Cruz Del Sur. Este último, de fato, fica a apenas 5 minutos da Plaza de Armas.
A companhia aérea Star Peru também oferece voos regulares para Lima. Uma agência está presente na Place d’Armes.


História


Marcada pelo terrorismo (com a chegada do Sendero Luminoso) há cerca de trinta anos, a cidade de Ayacucho está muito mais segura hoje.
Entre os anos 900 e 1200, a região viu a passagem de civilizações pré-incas dentro dela, que construíram sítios e colonizaram as montanhas. Os restos mortais ainda estão bastante presentes.


Dormir e comer


Para acomodá-lo sem estourar seu orçamento, recomendamos o hotel La Crillonesa, onde o quarto duplo com água quente está disponível por 45 soles (conte 5 soles para um café da manhã extra).
Nesta pousada, você será recebido por uma equipe muito simpática e sorridente. Você ainda vai receber o famoso chá de coca na chegada e o acesso à Internet é totalmente gratuito por meio de um computador na entrada.
Para comer (café da manhã, almoço e jantar), você pode ir até a praça principal do restaurante Pucaray onde o cardápio é de 7 soles e onde você pode saborear pratos típicos peruanos como Lomo Saltado, Taillarin Saltado ou Arroz Cubano.
O mercado central também é um bom lugar para tomar um suco de fruta barato (cerca de 4 soles para 1 litro de suco de fruta) ou comer bem.

Pratos típicos


Cuy é o prato típico mais famoso da região de Ayacucho. Para saborear uma boa cobaia, não hesite em ir ao restaurante Los Alamos que serve todas as horas do dia por cerca de 18 soles. Pra quem não sabe, o “cuy” (ei, sim!).
Esses pequenos roedores não são de forma alguma considerados companheiros fiéis como na França. Eles também são servidos durante as refeições festivas. É verdade que visualmente não é tão apetitoso, mas podemos confirmar que é bom!
Na rua, você também pode comprar pedaços muito doces de abacaxi local fresco – uma delícia!
Locais turísticos a visitar
A região de Ayacucho é repleta de locais históricos para visitar, bem como atividades turísticas. Provavelmente o melhor é fazer um tour e uma agência especializada que te avisa e te leva com segurança.
Por exemplo, recomendamos a agência AR Tours pela sua seriedade (guia apaixonado, estudante de história mas que fala apenas em espanhol).
Por exemplo, você pode visitar as ruínas Wari (cidade pré-incaica), a Pampa de Ayacucho, a cidade de Quinua (onde foi assinada a independência do Peru) e cachoeiras (e fontes termais)
Não hesite em visitar o museu de Cáceres onde poderá admirar um quadro que representa a Última Ceia onde aparece uma cobaia! A entrada tem apenas 2 solas e a casa é linda.
Na própria cidade de Ayacucho você pode admirar a Place d’Armes, muito bem desenhada e muito bonita. As igrejas também estão bastante presentes e algumas merecem um desvio pela sua arquitetura e decorações atípicas. Eles também são gratuitos, ao contrário de outras cidades mais turísticas.


Previsão do tempo


A melhor época para visitar Ayacucho é, sem dúvida, de maio a setembro, lá é quente e seco (você ainda precisa de um pequeno suéter quando o sol se põe). Se você chegar em janeiro ou fevereiro, pode chover.

Pin It on Pinterest

Shares
Share This